Quem sou eu

Minha foto
Petrópolis, RJ, Brazil
Danny Reis, cantora, revisora e tradutora. Apaixonada por artes, idiomas e comportamento.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Sair de si ou não? Eis a questão!

Acabo de ler uma frase que me fez pensar:
Só vale morar em alguém se não nos ausentarmos de nós.

Aí, fiquei pensando nuns versos do Vinicius de Moraes:
Quem de dentro de si não sai, vai morrer sem amar ninguém.

E aí? À primeira vista, esses dois princípios se chocam, certo? Mas vamos refletir melhor: é preciso sair de si, olhar para além do nosso próprio umbigo, ver que existem outros mundos diferentes do nosso, pra amar alguém. Fato.

Só que isso não significa, de forma alguma, ir contra os nossos princípios!

Claro que sempre é válido termos pontos de vista bem diferentes do nosso, para podermos confirmar que estávamos certos ou, ao contrário, vermos que não era nada disso; surpresa: estávamos errados. Não há nada de mau nisso.

O que é mau é viver em função do outro, de forma a nos violentar. Não devemos nos deixar ferir pelo outro. Isto apenas demonstraria falta de autoestima.

Portanto, as duas frases convivem – e muito bem. O desafio é – como em quase tudo na vida – encontrar o caminho do meio.


É fácil? Claro que não! Nem sempre o melhor caminho é o mais fácil. Aliás, quase nunca. Mas esse é um papo pra outra crônica. ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Revise também!