Quem sou eu

Minha foto
Petrópolis, RJ, Brazil
Danny Reis, cantora, revisora e tradutora. Apaixonada por artes, idiomas e comportamento.

domingo, 23 de setembro de 2012

Machucadinho


Outro dia, sem perceber, machuquei o dedo da mão direita, bem na dobrinha. Só vi depois, quando sangrava. Bastou eu ver e a ferida começou a arder. “O que os olhos não veem”...

Isso já tem mais de uma semana, e a ferida ainda está lá. Cicatrizada, mas tem um “olhinho” no meu dedo, me olhando e lembrando que eu não posso sair esbarrando o dedo por aí. Porque senão, o machucado volta. E aí começa tudo de novo...

Com a nossa alma, às vezes, acontece a mesma coisa. Quando a gente vê, tem um machucado aparentemente bobo. Mas ele dói, sangra e qualquer esbarrãozinho, volta a sangrar.

Aí a gente põe Mertiolate...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Revise também!